top of page

Publicações  |  Biblioteca e Recursos

Programa de Aceleração de Unidades de Conservação Municipais

Uma parceria do Sense-Lab com o ICLEI (Governos Locais pela Sustentabilidade)


O ICLEI é uma rede global de mais de 2.500 governos locais e regionais comprometida com o desenvolvimento urbano sustentável. Ativos em mais de 125 países, influenciam em políticas de sustentabilidade e impulsionamos a ação local para o desenvolvimento de baixo carbono, baseado na natureza, equitativo, resiliente e circular.


No segundo semestre de 2020, recebemos um convite do ICLEI para desenvolver a metodologia do que seria o 1º Programa de Aceleração de Unidades de Conservação do Brasil, como parte do projeto de Áreas Protegidas Locais, feito em parceria com a GIZO chamado era para desenvolver um programa que focasse no fortalecimento da gestão de Unidades de Conservação (UC) municipais, trazendo conceitos de empreendedorismo e inovação para potencializar a gestão dessas unidades, e também promovendo uma maior articulação das UCs com os diferentes atores com os quais elas se relacionam.


A construção da metodologia foi realizada em um processo co-participativo que contou com a participação de diversas organizações relevantes do campo, tais como: MMA, Fundação Grupo Boticário, WWF, ICMBio e IUCN. No intuito de testar a metodologia na prática foi feito um piloto do programa com a APA Capivari Monos (localizada no muncípio de Parelheiros, em São Paulo), ainda em 2020, contemplando apenas uma parte do que viria a ser a Aceleração completa.


Logo no início de 2021, o Sense-Lab recebeu um novo convite do ICLEI para conduzir a 1ª edição do programa completo. Topamos o desafio e hoje podemos dizer, com muito orgulho, que a primeira turma do Programa de Aceleração de UCs foi um sucesso!


Foram 10 meses de interações quase que semanais com as UCs participantes e parceiros, nos quais foram trabalhados 6 Eixos de Desenvolvimento: 1) Planejamento Estratégico e Implementação; 2) Governança e Arranjo Institucional; 3) Parcerias e Redes de Colaboração; 4) Comunicação e Engajamento; 5) Fontes de Recursos Financeiros; e 6) Desenvolvimento do Potencial Econômico do Território.


Assim como na construção da metodologia, a execução do programa contou com o apoio de diversas organizações parceiras (GIZ, UICN, WWF, MMA, IPÊ, FGB, Corredor Ecológico 4ª Colonia, Instituto Espinhaço, ICMBio, Arete Socioambiental, Instituto Semeia, Funbio e Vivejar, entre outras), seja como especialistas seja como mentores das UCs, e os feedbacks desses parceiros quanto ao programa foram super positivos!


Por fim, fazemos questão de reconhecer o enorme esforço dos gestores e gestoras das 6 UCs participantes PNMAR, PNM Templo dos Pilares, PARNIT, PNM dos Morros, PNMPJVS, PNMT, que são os principais responsáveis não apenas pelo sucesso do programa, mas principalmente por batalharem imensamente para a conservação e proteção das nossas áreas protegidas.


Fica o nosso enorme agradecimento a todas essas pessoas com as quais tivemos o privilégio de trabalhar e aprender em conjunto, e, claro, ao ICLEI pela oportunidade.

31 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page