Um mergulho nos novos modelos organizacionais!

14/11/2018

Este ano o Sense-Lab resolveu colocar em prática tudo aquilo que vem estudando e explorando sobre as novas abordagens empresariais, modelos de organizações e evolução dos sistemas sociais e econômicos. Um ecossistema que vemos emergindo e que vem ao encontro das novas demandas e realidades. Mais: que vão redefinir a forma como vivemos e trabalhamos! No primeiro semestre fizemos uma série de palestras no Inovabra Habitat abordando “O Impacto dos Negócios”, quando falamos de diversas temáticas ligadas a esse universo.

 

A ideia foi apresentar ao público os conteúdos, teorias e ferramentas que embasam e inspiram as organizações que já operam de uma maneira mais fluida e dinâmica, com gestão descentralizada, que se orientam por competências/habilidades (e não cargos), se organizam em rede e já pensam em regeneração além da sustentabilidade.

 

Além disso o Sense-Lab fez um trabalho investigativo e foi atrás de organizações que já trabalham com alguns desses elementos para entender como, de fato, tudo isso funciona na prática. Resultado? Sim, tudo isso existe e é possível trabalhar fora das caixinhas!! Tem muita organização fazendo coisa legal por aí! Conversamos com o pessoal da Fundação Tide Setubal, que fomenta iniciativas de justiça social e o desenvolvimento sustentável de periferias urbanas e desenharam uma estrutura em círculos com relações horizontais. A holandesa Buurtzorg, de serviço de enfermagem domiciliar, tem 14 mil funcionários e uma estrutura em rede e gestão descentralizada; a gaúcha Mercur, que faz produtos de borracha com foco em educação e saúde, questionou o seu papel no mundo, revisitou o propósito e fez uma bela virada de chave quando reestruturou seu modelo organizacional. Hoje, eles têm uma distribuição dinâmica de papéis e facilitadores ao invés de gestores. Esses são apenas alguns exemplos de organizações que vêm experimentando a inovação nos negócios, combinando sustentabilidade financeira e impacto socioambiental.

 

Os estudos de casos foram muito interessantes para dar ainda mais clareza prática de tudo aquilo que há tempos o Sense-Lab vem estudando. Bom, depois de prototipar a temática no Inovabra Habitat, o Sense-Lab lançou o programa Liderança Sistemica, um convite para pessoas/empresas que buscam atuar com um sentido maior dentro das suas organizações/sociedade e querem conhecer ferramentas poderosas de inovação e colaboração.

 

E não parou por aí! Para quem gosta de desafios, ainda faltava aplicar todo esse conhecimento “na vida real”. Que tal testar tudo isso em empresas de verdade?? Sim, nós topamos! Agarramos as oportunidades que surgiram e no segundo semestre aceitamos o convite do Instituto C&A para rever a estrutura organizacional com o objetivo de ter uma gestão mais fluida e integrada. Em paralelo, a Vagas, que desenvolve solução tecnológica de recrutamento às corporações e pratica uma gestão 100% horizontal, ancorada em consensos e controvérsias, nos chamou para ajudá-los a revisitar o processo de remuneração e pensar quais princípios e valores devem permeá-lo. Mais: o Instituto Socioambiental, defensor dos direitos sociais e humanos dos povos indígenas, sentiu necessidade de repensar seus processos administrativos e financeiro para que o fluxo seja mais fluido e efetivo. Para isso, também convidou o Sense-Lab para ajudá-los nessa missão!

 

A experiência de aplicar, na prática, tudo o que temos estudado e pesquisado ao longo dos últimos anos está sendo, além de desafiador, um aprendizado muito rico e vivo. Quer saber mais? Inscreva-se na nossa Newsletter e acompanhe as nossas informações.

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Destaque

Reunião da rede Save Food para tratar do tema desperdício de alimentos

May 11, 2018

1/7
Please reload

Novidades recentes
Please reload

Notícias antigas