O propósito das empresas como propulsor de inovação

26/02/2018

Segundo encontro  da série de eventos "O Impacto dos Negócios"
Veja como foi o #1, #3, #4 e #5

 

Na tarde do dia 22 de fevereiro, o Sense-Lab teve a alegria de receber mais de 80 pessoas no auditório do Inovabra Habitat para falar sobre o “Propósito das Empresas como Propulsor de Inovação”, um tema que vem despertando a atenção de muita gente, inclusive das próprias companhias.

 


Essa foi a segunda palestra do Sense-Lab na série “O Impacto dos Negócios”, que deu continuidade ao assunto discutido no dia 6 de fevereiro, sobre um novo contexto para os negócios em tempos exponenciais. Ao todo serão cinco bate-papos que permearão esse universo – como redes estão redefinindo padrões organizacionais, a inovação social como ferramenta de valor para os negócios e o impacto e benefícios de uma liderança consciente são os assuntos que o Sense-Lab ainda vai trazer para discussão nos próximos eventos. Veja aqui lista completa.

 

Durante a palestra, foi interessante ver o envolvimento dos presentes que fizeram questão de se manifestar ao longo da apresentação, enriquecendo o diálogo com suas percepções sobre o tema, além de um desabafo em conjunto, já que todos, cada um a sua maneira, questionam qual é o legado que queremos deixar para o mundo. Na verdade, as interrogações são muitas e o bom de estar em grupo é poder refletir em rede sobre todos esses desafios que enfrentamos. Um exercício interativo através do smartphone foi proposto e o resultado gerou uma nuvem de palavras que explicitou o sentimento de cada um quando questionados sobre: qual deveria ser o papel das empresas no mundo, a razão pela qual as mesmas continuam gerando impactos negativos e a real possibilidade de organizações alinharem valor socioambiental com sustentabilidade financeira. Resultado? Citações como lucro, ausência de propósito, ganância, escassez de recursos, visão com foco econômico, o não pensar no coletivo entre diversas outras pipocaram no telão da sala.

 

Além de questionarmos a capacidade de uma organização inovar e se manter relevante para a sociedade e planeta, também desafiamos o papel do indivíduo nisso tudo – nível de consciência, as incoerências, clareza de espírito, educação e mudança de hábitos já que, no fundo, tudo são pessoas. As organizações são feitas de pessoas. Temos que olhar para a relação interpessoal, intrapessoal e social para fazer o movimento de mudança que tanto queremos.

 

Vamos continuar esse papo? Dia 15 de março, às 9h, o Sense-Lab vai falar sobre “O fim dos gestores. Como as redes estão redefinindo padrões organizacionais”. Reserve uma vaga, faça sua pré-inscrição aqui.

O Sense-Lab também está com inscrição aberta para a primeira turma de 2018 do curso Business Design for Change.

 

O BDC (Business Design for Change) é uma formação prática em negócios e trabalho com propósito que, além de trazer ferramentas teóricas e vivências, proporciona uma reflexão de quem somos, o que queremos e do nosso propósito de vida. Seu tema central é a estruturação de empresas e projetos focados na criação de valor compartilhado, que busquem ao mesmo tempo a solução de questões sociais ou ambientais e a sustentabilidade financeira. Assista ao vídeo para vivenciar um pouco do curso e acesso o site aqui para saber mais. Início dia 11 de abril 2018.

Mais informações aqui.

 

Maria Carolina

 

A graduação em jornalismo rendeu uma estreia e tanto para Carol, que depois de formada conseguiu um estágio na sucursal da TV Globo de Londres. De volta ao Brasil, fez uma longa carreira na editora Abril, onde teve a oportunidade de trabalhar em diversas revistas, como Veja, Claudia, Bons Fluidos, Men’s Health, Estilo, Nova, Boa Forma entre outras. Mas foi sua paixão por pessoas e pela África que a levou a fazer pós-graduação em Gestão Social e especialização no Continente Africano, além de mergulhar nesse mundo através de voluntariados e viagens nada convencionais, como uma temporada na Libéria, por exemplo. O espírito livre, aventureiro e curioso levou Carol a explorar o mundo, outra grande paixão - viagens e diferentes culturas. Depois de passar por uma multinacional cuidando de projetos sociais, no Brasil e em Dubai, ela optou por focar toda a experiência profissional e multicultural, sua energia, paixão pelo próximo e gratidão pela vida, em negócios que façam a diferença nas diversas questões socioambientais que enfrentamos mundo afora.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Destaque

Reunião da rede Save Food para tratar do tema desperdício de alimentos

May 11, 2018

1/7
Please reload

Novidades recentes
Please reload

Notícias antigas