• Maria Carolina

O propósito das empresas como propulsor de inovação


Segundo encontro da série de eventos "O Impacto dos Negócios" Veja como foi o #1, #3, #4 e #5

Na tarde do dia 22 de fevereiro, o Sense-Lab teve a alegria de receber mais de 80 pessoas no auditório do Inovabra Habitat para falar sobre o “Propósito das Empresas como Propulsor de Inovação”, um tema que vem despertando a atenção de muita gente, inclusive das próprias companhias.

Essa foi a segunda palestra do Sense-Lab na série “O Impacto dos Negócios”, que deu continuidade ao assunto discutido no dia 6 de fevereiro, sobre um novo contexto para os negócios em tempos exponenciais. Ao todo serão cinco bate-papos que permearão esse universo – como redes estão redefinindo padrões organizacionais, a inovação social como ferramenta de valor para os negócios e o impacto e benefícios de uma liderança consciente são os assuntos que o Sense-Lab ainda vai trazer para discussão nos próximos eventos. Veja aqui lista completa.

Durante a palestra, foi interessante ver o envolvimento dos presentes que fizeram questão de se manifestar ao longo da apresentação, enriquecendo o diálogo com suas percepções sobre o tema, além de um desabafo em conjunto, já que todos, cada um a sua maneira, questionam qual é o legado que queremos deixar para o mundo. Na verdade, as interrogações são muitas e o bom de estar em grupo é poder refletir em rede sobre todos esses desafios que enfrentamos. Um exercício interativo através do smartphone foi proposto e o resultado gerou uma nuvem de palavras que explicitou o sentimento de cada um quando questionados sobre: qual deveria ser o papel das empresas no mundo, a razão pela qual as mesmas continuam gerando impactos negativos e a real possibilidade de organizações alinharem valor socioambiental com sustentabilidade financeira. Resultado? Citações como lucro, ausência de propósito, ganância, escassez de recursos, visão com foco econômico, o não pensar no coletivo entre diversas outras pipocaram no telão da sala.

Além de questionarmos a capacidade de uma organização inovar e se manter relevante para a sociedade e planeta, também desafiamos o papel do indivíduo nisso tudo – nível de consciência, as incoerências, clareza de espírito, educação e mudança de hábitos já que, no fundo, tudo são pessoas. As organizações são feitas de pessoas. Temos que olhar para a relação interpessoal, intrapessoal e social para fazer o movimento de mudança que tanto queremos.

Vamos continuar esse papo? Dia 15 de março, às 9h, o Sense-Lab vai falar sobre “O fim dos gestores. Como as redes estão redefinindo padrões organizacionais”. Reserve uma vaga, faça sua pré-inscrição aqui.

O Sense-Lab também está com inscrição aberta para a primeira turma de 2018 do curso Business Design for Change.

O BDC (Business Design for Change) é uma formação prática em negócios e trabalho com propósito que, além de trazer ferramentas teóricas e vivências, proporciona uma reflexão de quem somos, o que queremos e do nosso propósito de vida. Seu tema central é a estruturação de empresas e projetos focados na criação de valor compartilhado, que busquem ao mesmo tempo a solução de questões sociais ou ambientais e a sustentabilidade financeira. Assista ao vídeo para vivenciar um pouco do curso e acesso o site aqui para saber mais. Início dia 11 de abril 2018.

Mais informações aqui.

Maria Carolina

A graduação em jornalismo rendeu uma estreia e tanto para Carol, que depois de formada conseguiu um estágio na sucursal da TV Globo de Londres. De volta ao Brasil, fez uma longa carreira na editora Abril, onde teve a oportunidade de trabalhar em diversas revistas, como Veja, Claudia, Bons Fluidos, Men’s Health, Estilo, Nova, Boa Forma entre outras. Mas foi sua paixão por pessoas e pela África que a levou a fazer pós-graduação em Gestão Social e especialização no Continente Africano, além de mergulhar nesse mundo através de voluntariados e viagens nada convencionais, como uma temporada na Libéria, por exemplo. O espírito livre, aventureiro e curioso levou Carol a explorar o mundo, outra grande paixão - viagens e diferentes culturas. Depois de passar por uma multinacional cuidando de projetos sociais, no Brasil e em Dubai, ela optou por focar toda a experiência profissional e multicultural, sua energia, paixão pelo próximo e gratidão pela vida, em negócios que façam a diferença nas diversas questões socioambientais que enfrentamos mundo afora.


  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • RSS - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco

info@sense-lab.com​