top of page

Publicações  |  Biblioteca e Recursos

Inovação e Empreendedorismo - Vai Tec


Em Abril, o Sense-Lab realizou a última oficina do Programa Vai Tec, patrocinado pela Ade Sampa (Agência São Paulo de Desenvolvimento). Ao longo de mais de 6 meses atuamos na chamada Fábrica de Negócios, que buscou capacitar dezenas de pessoas que estão nas primeiras etapas das suas jornadas empreendedoras.

Ao todo, foram concluídas 7 oficinas, separadas entre Ideação (4 turmas) e Validação (3 turmas). As oficinas de Ideação trabalharam desde o reconhecimento e valorização da pessoa como empreendedor (a) até a identificação de ideias potenciais para virarem negócios rentáveis. Na Validação, os participantes já identificados com suas oportunidades de negócios tiveram a experiência de conhecer conceitos e ferramentas úteis para estruturarem melhor seus negócios. O público inicial esperado para as oficinas era de jovens de regiões periféricas da cidade de São Paulo, que possuem ideias de negócios inovadores vinculados com tecnologia. No entanto, para nossa surpresa (positiva), contamos com grupos mais diversos. Pessoas com mais de 60 anos, mulheres imigrantes, pessoas com deficiências físicas e empreendedores com negócios tradicionais trouxeram expectativas inicialmente não esperadas por nós do Sense-Lab e tornaram o desafio das oficinas um pouco mais complexo, mas também mais divertido.

Ikigai, Golden Circle, Lean Startup, Effectuation e Canvas são alguns exemplos do conteúdo rico que foi trabalhado nas oficinas. E o melhor, tudo com mão-na-massa! Foram muitas trocas, tanto entre os participantes com a equipe do Sense-Lab, mas principalmente entre eles mesmos. Acreditamos que a o maior conhecimento não se encontra em apenas um lado, mas sim na inteligência coletiva, o que proporcionou que cada um pudesse, ao mesmo tempo, melhorar seu negócio e contribuir para o desenvolvimento do seu colega.

Saímos desse processo com um sentimento de orgulho por ter contribuído de alguma forma para o futuro desses empreendedores. Sabemos, é claro, que suas jornadas ainda serão longas e que nossas oficinas não resolveram todas as dificuldades do presente, mas também temos consciência que conseguimos abrir suas mentes para uma nova forma de olhar para seus negócios: uma que coloque no centro a necessidade do seu público e a razão, ou propósito, de cada empreendedor (a) dedicar tanto esforço para o sucesso dessa empreitada.


63 visualizações0 comentário
bottom of page